Tiago Gouvêa

Blog

Passo a passo para a criação de um site com wordpress

Passo a passo para a criação de um site com wordpress

Periodicamente realizado treinamentos de WordPress, seja ensinando como criar um site sem ser programador ou focado apenas em programação. Fiz este post que irei enriquecendo (escrevendo) de acordo com a necessidade de atender a duvidas de algum participante dos meus treinamentos ou dos visitantes do blog. Então, se tiver alguma duvida não listada, envie pelo campo de comentário  no final do post.

A apresentação e links úteis que utilizo nos meus treinamentos pela Inspirar Digital podem ser acessados em Curso de WordPress.

Muitas pessoas me perguntam “como instalar o wordpress” ou “como criar um blog com wordpress“. Este passo a passo não chega a ser um tutorial de wordpress, mas apresenta uma sequência boa para botar seu site online, começando do nada.

Antes de criar o seu site com wordpress você pode precisar criar seu logotipo também. A logo é o elemento de identificação que as pessoas vão se lembrar e acima de tudo que ficará na memória das pessoas. Você pode desenhar sua logo você mesmo ou contratar um designer para isso, ou você pode fazê-lo usando um serviço on-line para a criação de logotipos, por exemplo Logaster. Este é um serviço on-line para criação de logotipos, favicons e outros elementos que oferece uma maneira rápida e simples de criar itens de design em questão de minutos (e de graça) para o logotipo de tamanho pequeno (que é o suficiente para o site ou blog). O passo a passo da criação da logo é bem simples e objetivo.

1 – Registre um domínio

Registrar um domínio é extremamente fácil. Basta acessar o registro.br e pesquisar o domínio que deseja comprar, se estiver disponível siga clicando para realizar a compra. Não fique neste momento pensando em como fará todo o resto, como ficará online neste endereço nem nada.. apenas registre o endereço pra você usar logo mais. Se você deseja um domínio .com, recomendo registrar através do 100br.

Não registre o domínio usando sites que registram, pois não será uma boa pra você logo mais. Sairá mais caro e você terá problemas quando pensar em trocar de fornecedor.

 

2 – Contrate uma hospedagem web

O endereço do site é uma coisa, onde ele ficará hospedado é outra. Você precisa ter seu site em algum lugar (um servidor) e precisa ter um endereço para apontar pra lá. Então você sempre terá estas duas coisas; domínio e hospedagem.

Alguns provedores de serviço oferecem os dois juntos (registro de domínio + hospedagem), mas não costuma ser bom negócio. Ao invés de te mostrar vários servidores, vou listar apenas os melhores e que você pode assinar sem medo, que recomendo:

Se eu tivesse que lhe recomendar a melhor, diria SiteGround, veja porque em “porque migrei tudo para o SiteGround“. Outro post meu sobre o assunto é “como escolher um servidor de hospedagem“.

 

3 – Instale o Wordpres

Agora certamente você já terá recebido um email do provedor de hospedagem selecionado e terá o login e senha do seu painel. Acesse lá, e busque onde instalar o wordpress lá dentro. Se seu painel administrativo for /cpanel/ você encontrará o ícone “Fantástico” ou “Softáculos” e dentro desta opção poderá encontrar o wordpress para mandar instalar.

Se sua hospedagem não oferece a instalação facilitada, eu lamento, escolheu um fornecedor ruim e não vou focar nisso aqui agora. 🙁

Ao instalar, fique atento a alguns campos:

  • A pasta de instalação normalmente vem preenchida como wp, o que significa que seu novo site ficará em www.seudominio.com.br/wp/. Se você não quer o wp, limpe este campo. Por outro lado, se deseja criar o site com calma em um “lugar escondido”, use este campo para algo como “sitenovo” ou “2015”, assim você terá o site dentro de www.seudominio.com.br/sitenovo/ e poderá trabalhar nele antes de leva-lo ao novo local.
  • Preste atenção ao Login e senha de acesso;
  • Escolha a língua que deseja ou seu wordpress ficará em inglês.

As demais opções realmente não importam tanto agora.

Neste momento você já consegue acessar um site “vazio” e a sua área administrativa que ficará sempre em /wp-admin/, tal como www.seudominio.com.br/sitenovo/wp-admin.

Dica de ouro: ao acessar pela primeira vez vá em “Opções”, “Ligações Permanentes” e escolha a opção “Estrutura Personalizada” e cole o conteúdo abaixo no campo referido. Assim seu site ficará mais visível no google.

/%category%/%postname%/

 

4 – Escolha um tema

Vá no menu “Aparência” ou “Apresentação” e então “Temas”. Navegue pelas opções do menu superior clicando em “Populares” e veja se algum ali lhe agrada. Se você é exigente e quer um template incrível, pode optar por compra-lo em um destes fornecedores:

  • Theme Forest – É uma “super loja” de temas, milhares de temas
  • Elegant Themes – Na minha opinião os mais elegantes da internet 🙂

Atenção: fornecedores brasileiros vendem temas destas empresas acima cobrando quatro vezes mais…

Após comprar o tema certamente terá que fazer upload dele para o wordpress. Faça isso pelo mesmo menu de temas, e clique em algo como “Adicionar Novo” e depois “Carregar”. Desta forma o arquivo irá para seu site e o tema estará disponível para ativação em seguida.

Boa parte dos temas têm suas próprias configurações, onde é possível definir sua página inicial, incluir imagens nos “sliders” e demais comportamentos. Para abrir este painel vá em “Aparência”, “Theme Options” ou algo parecido com isso (em alguns temas este menu tem outro nome).

 

5 – Inclua o conteúdo inicial

Existem dois tipos de conteúdo no WordPress; páginas e posts (artigos). Para começar rápido, recomendo apenas o básico agora, talvez nem irá escrever o conteúdo todo, apenas os títulos para começar a organizarmos o site (e sua cabeça também).

Os conteúdos “estáticos”, que estarão no seu menu e que não irão mudar muito ao longo do tempo, são Páginas. Exemplos: “quem somos”, “o que fazemos” e “contato”.

Se terá um blog, inclua uns dois ou três posts (artigos) de teste, mesmo que apenas um resumo.

 

6 – Configure o menu

Como será a navegação principal do seu site? Quais as páginas, categorias ou posts que estarão disponíveis no menu para acesso direto dos visitantes?

Acesse  “Aparência” ou “Apresentação”, “Menus” e configure como desejar. Selecione os itens na esquerda para serem adicionados ao menu na direita.

Salve e visualize o site. Veja se está ficando como deseja.

Dica de ouro: se o menu que você configurou não aparecer no site, observe que existe uma aba na configuração dos menus chamada “Gerir Áreas”, ali você pode informar qual menu ficará no alto, ao lado ou abaixo no site. Eventualmente estes campos ficam em brancos e será preciso selecionar seus menus ali. Pronto!

 

7 – Ative plugins e widgets

Acesse o menu “Plugins”, “Adicionar novo”. Utilize a opção superior “Populares” para conhecer alguns plugins e começar a instalar. Se você não sente falta de plugins, é porque não precisa deles.

Passe a observar os sites e seus recursos para identificar plugins interessantes. Buscando no google por “plugin de galeria para wordpress” por exemplo você encontrará dezenas de opções.

Já os Widgets, vá em “Apresentação”, “Widgets” e arraste os componentes desejados para o painel a direita. Os que não desejar, tire do painel. Para customizar um widget clique sobre ele para ver suas opções.

Salve e visualize o site, deve estar ficando ótimo hein!

Dicas de ouro: adicione, ative e configure os plugins abaixo para seu site ter mais resultados:

 

8 – Complemente o conteúdo

Pouco antes você incluiu o conteúdo inicial, só para ter um “esqueleto” da estrutura do site. Agora é a hora onde você precisará passar incluindo toda informação que ainda não foi incluída.

Dica de ouro: abuse de imagens! Dedique tempo para encontrar imagens de qualidade e que agreguem ao seu site.

 

9 – Faça os ajustes finais

Agora é a hora de conferir tudo. As informações, menus, páginas estáticas, imagens… Pode ser que você precise de um programador ou webdesigner para dar aquele ajuste final, trocar algo de lugar ou melhorar a exibição.

Se você criou seu site em uma pasta temporária como /novo/ por exemplo, você precisará da ajuda de um programador para mover seu site para seu local final.

Dica de ouro: não fique esperando o site ficar 100% pronto para coloca-lo online… ou ele nunca ficará online. Aceite ele com alguns itens faltantes (ninguém saberá que falta, apenas você) e publique ele assim mesmo. Ao longo dos dias que se seguirem você poderá ir ajustando aqui e ali para ficar perfeito!

 

10 – Divulgue seu novo site!

Ufa! Deu trabalho hein! Chegou a hora de convidar seus amigos para visitar e divulgar seu site. Algumas dicas simples para fazer a coisa acontecer neste início:

  • Adicione seu site ao índice do Google manualmente para passar a ser exibido nas buscas.
  • Divulgue em suas redes sociais que tem um novo site e peça que seus amigos entrem e comentem algo;
  • Veja se algum perfil famoso na sua rede consegue divulgar seu site, pode ser um amigo ou empresa mais próxima;
  • Se seu site é realmente especial, crie um email convidando aqueles que possam se interessar pela novidade (não envie spam hein);
  • Acesse sites parecidos e faça comentários construtivos nos posts e em seguida convide-os para visitar seu novo site;
  • Visite fóruns de temas ligados ao seu site e faça um post dizendo por alto o que você fala em seu site, convidando as pessoas para conhece-lo.

 

Espero que este passo a passo lhe tenha sido minimamente útil em sua missão! Qualquer coisa que não falei, ou que queria saber mais, envie pelo campo de comentário abaixo.

Boa sorte com seu novo site!

 
 

Classificado como: Posts Técnicos

Participar comentando (19) →
  1. Diogo Silva 13 de Junho de 2017

    Muito bom!
    Recomendo também sempre instalar um plugin de segurança. Como por exemplo o Ithemes ou o wordfence. Ambos são muito bons e fazem diversas proteções extras para o WordPress, como a proteção de ataques de brute force.

    Responder
  2. Cássio Prestes 28 de Março de 2017

    Nossa, muito completo seu artigo, parabéns! Eu vou começar meu site amanhã e uma amiga indicou a Hostinger como opção de hospedagem, entrei em contato com eles são super atenciosos e tiraram todas minhas duvidas, ja comprei minha hospedagem!

    Responder
  3. Castro 2 de Março de 2017

    Eu sempre achei que criar um site WordPress era um bicho de sete cabeças, até o momento em que precisei criar um para o meu negócio. É bem mais fácil do que se imagina

    Responder
  4. Maciel 27 de Janeiro de 2017

    Gostaria de saber se a própria WORDPRESS não faz hospedagem

    Responder
    • Tiago Gouvêa 18 de Março de 2017

      Sim, faz. Porém é limitada, você não poderá instalar plugins próprios nem templates, além dos que eles já oferecem. Por isso as pessoas optam por uma hospedagem própria.. para ter total autonomia.

      Responder
  5. Maya 31 de Dezembro de 2016

    Muito legal, principalmente as dicas sobre como divulgar o site depois de tê-lo lançado.

    Você poderia dar mais dicas sobre como divulgar um site depois de pronto?

    Responder
  6. Cintia 13 de Dezembro de 2016

    Parabéns pela explicação, já estava desistindo do wordpress.org, porque não encontrava nada que um leigo compreendesse.

    Responder
  7. Junior 17 de Novembro de 2016

    Ótimas dicas. Vou comecar a criar meu site amanhã. Podem entrar e conferir depois! Obrigado pela ajuda.

    Responder
  8. William 31 de Outubro de 2016

    Boa tarde, tenho uma dúvida, se alguém souber por favor agradeceria muito. Após o passo 3, Login e senha de acesso estão feitos para um “site1” que está vinculado à um banco tal e então quero fazer um outro site, “site”2, e o que devo fazer pois sempre o Login e senha de acesso estão para o site1.

    Responder
  9. Magali 17 de Outubro de 2016

    Obrigada pela aula! Gostei: simples direto ao ponto.

    Responder
  10. Color film 27 de Julho de 2016

    Bom dia, excelente post. Tirou minhas dúvidas em relação ao wordpress.
    Vamos ao trabalho, ultrapassar a concorrência.
    Um abraço.

    Responder
  11. WAGNER 13 de Julho de 2016

    OLA, BOA TARDE.

    MEU SITE NAO ESTA NO ON LINE AINDA, PASSANDO MESMO SO PARA AGRADECER A AULA PRATICA, RAPIDA E MUITO FACIL DE ENTENDER. PARABENS!! MUITO BOM.

    Responder
  12. SiteNegócio 11 de Julho de 2016

    Excelênte artigo meu caro. WordPress é show. Ás vezes eu passo aperto com as incompatibilidades de plugins e temas, mas tudo bem. Abraço. Parabéns pelo conteúdo.

    Responder
  13. Domingos Fernandes Moreira 26 de Junho de 2016

    Adorei o passo a passo. Muito obrigado e parabens

    Responder
  14. Murillo 19 de Junho de 2016

    WordPress é sem dúvida a melhor plataforma para criação de sites

    Responder
  15. empresa de tradução 13 de Junho de 2016

    Muito bom o post. Nós fizemos nossa página (magmatranslation.com) com o wordpress, há tudo que é necessário para fazer uma boa página.

    Responder
  16. MARCO FRASSON 29 de Março de 2016

    Artigo interessante! O WordPress é o CMS mais utilizado no mundo todo! Agora o WooCommerce também é, sendo 37% usado em todas as lojas virtuais!!!

    Eu já trabalhei com eles, e gostei muito!

    Responder
  17. Guia do Host 28 de Dezembro de 2014

    Ótimo conteúdo Tiago, bem completo, trabalhei 3 anos com hospedagem de site e fiz um site para tentar disseminar o conteúdo que adquiri nesse tempo, caso o pessoal queira poderá tirar dúvidas no fórum do site.

    Responder

Deixe seu comentário

ra