Novo Posts Profissionais

Qual sua motivação pra aprender programação?

Muito se estuda e fala sobre motivação, mas de fato ainda não existe uma fórmula mágica para manter qualquer pessoa motivada por tanto tempo. O que se sabe é que a verdadeira motivação “vem de dentro pra fora“, só você pode se motivar.

Nos últimos 18 anos o que mais tenho feito é programar, ensinar e aprender programação. Lidei com centenas de pessoas querendo aprender, algumas desistiram, a maioria obteve êxito. E agora é sua vez!

Programar te dá super poderes!

Existem conhecimentos que te destacam dos demais, entende?  Programação é um deles… é tipo na matrix, quando você entende, passa a ver as coisas de outro jeito e também passa a ser visto como alguém “diferente”. Saber programação, te torna uma pessoa distinta nos tempos atuais.

Mas isso só será possível se você mantiver a motivação necessária para vencer este desafio!

Veja o video abaixo que é bem interessante (ative a legenda para português clicando na engrenagem) para te dar uma motivada inicial.


O tamanho não importa

Você quer fazer um aplicativo que mude o mundo ou apenas algo que resolva um problema seu, ou da sua empresa?

Na verdade tanto faz. O tamanho do que você irá criar não importa. Uns dos melhores sistemas que já usei, eu mesmo fiz em poucas horas e chamava “Memo Desktop”… isso faz uns 10 anos e não o uso mais, mas ainda sinto saudades. 🙂

Quando se está começando, é bem certo que tudo seja muito pequeno,  muito simples e não muito complexo. Aceite isso, faz parte do processo, não saber quase nada. Mas apenas a continuidade irá te levar pra frente.

Tem que vir de dentro

Não dá pra começar a programar com uma motivação fraca, tipo; “quero aprender porque deve ser legal”… não serve! Tem que ser algo mais intenso!

Coloca emoção nessa sua motivação! Lá de dentro, lá do fundo, porque você quer aprender a programar afinal???

Fique em dia com novos posts do blog informando agora seu email aqui:

Pra aprender programação…

Você precisará mesmo de muita coragem, porque não é fácil!

Imagine um sistema que quando você usa, dá um erro, dai aparecem várias mensagens de erro, as coisas param de funcionar e aquilo vira um caos generalizado…

52271-errormessage

…imaginou?

Pois quando você está programando é exatamente assim que acontece, estou falando a verdade. Os erros acontecem o tempo todo! E diferente de quando você usa um sistema de terceiros, no seu programa é você que tem que resolver o erro. Você terá que depurar e tentar entender o que causou isso.

Começar a programar pode ser um tanto complicado em função disso. Aprender a programar é sofrido!

Então você precisa realmente estar motivado antes de começar.

Tenha santa paciência

Aprender programação é um processo… não é rápido. “Fazer um aplicativo pra celular” não irá acontecer tão rápido quanto você imagina.

Mesmo que você percorra uma via expressa de aprendizado, precisará de paciência, porque muitas vezes você se depara com um problema e fica “agarrado” nele por varias horas… por vários dias até. E isso é normal! Então é bom ter paciência.

Alguns também começam muito focados em ganhar dinheiro, ou ter muito reconhecimento, alcançar algum tipo de fama e sucesso, e isso cria uma imensa ansiedade. Alguns vão levar meses para fazer algo “legalzinho”, outros podem levar anos… a pressa então é uma inimiga neste sentido.

Não se compare tanto com os outros, mas mantenha eles em vista para você saber se está muito atrás ou se está indo na frente.

No final, será incrível

Realmente eu preciso fazer isso; te motivar!

Nossa! Quando você aprender a programar, e se ver fazendo aquele código incrível, com tudo funcionando…. será incrível!


Nos vemos lá!

Ha! Antes de sair programando igual a um hacker, compartilhe conosco sua motivação logo abaixo!

Tiago Gouvêa

Full-stack Developer, fazendo códigos desde o século passado. Criador da metodologia "Aprender programação em 20 horas" e diretor da startup App Masters, voltada para o desenvolvimento de aplicativos. Apaixonado por tecnologia e viciado em café.

Conteúdo relacionado

Respostas (25)

Escreva uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Larissa Guesser

    Eu estou fazendo porque se encaixa logicamente ao meu proprósito, e não existe maior motivação. P.S. Sou advogada, porém isso não me realiza. Hoje só pago a anuidade da OAB mesmo.

    1. Tiago Gouvêa

      Interessante hein Larissa. É bem comum pessoas de outras áreas se interessarem pela programação, seja pra mudar de área de atuação, ou para agregar ainda mais valor ao conhecimento que já tem.
      Obrigado por comentar e bom estudos!

  2. Toti Cavalcanti

    Legal o post Tiago,
    Acho que acima de tudo, aprender programação é muito divertido, é uma espécie de ginástica cerebral associada a um resultado muito prático, acho inclusive terapêutico, como tocar um instrumento, cuidar de plantas, etc.
    Muitos são os motivos para se aprender programação, por exemplo, a mesma razão que nos levou a aprender a ler e escrever.
    Se você vive em uma cultura onde a escrita domina a oralidade, você se torna um cidadão de segunda classe, digamos assim, se não souber escrever ou ler.
    Da mesma forma, se você vive em uma cultura onde computadores e softwares participam cada vez mais de nossas atividades e hábitos, você precisa ser “alfabetizado” nas formas pelas quais a tecnologia funciona para não se tornar um analfabeto digital e ser explorado pelos que a entendem e controlam.
    Valeu, parabéns pelo post. \o/ 😉
    Toti Cavalcanti

    1. Tiago Gouvêa

      Alô Toti!
      Excelente seu comentário!
      Ele reflete um pensamento que tenho também, que é algo que soma, tal como “tocar um instrumento”.
      E a questão da cultura e do contexto, também é muito real. Em um mundo onde cada vez mais tudo é ligado a tecnologia, saber programação passa a ser essencial, não só para garantir um emprego e tal, mas para estar incluído nesta realidade mais moderna.
      Obrigado por comentar!

      1. Toti Cavalcanti

        Valeu Tiago, abraço e sucesso. 🙂

  3. Rafael

    Parabéns pelo texto, realmente a motivação tem que vim da pessoa e de dentro. Quando iniciei da programação, foi através da faculdade, a qual ensinavam Java para os alunos. Sempre tentava ir adiante mais caia do cavalo. Depois passei a trabalhar como técnico e deixei esse lado de desenvolvimento em segundo plano. Passado alguns anos, vi a necessidade de sair dessa área de técnico e focar realmente na programação. Dessa vez iniciei pelo Python, inclusive a manada de pessoas recomenda começar por ele por ser fácil. Mais resolvi parar de programar em Python, para pegar o caminho mais fácil e divertido, HTML, CSS e JavaScript. Estou gostando demais de ter pego esse caminho, após aprender bem essa parte, partirei para o PHP + WordPress devido a minha região ter muita vaga para essa linguagem com conhecimento de front. Estando de fato trabalhando na área de dev, focarei bem em front pois tenho interesse em programar para mobile futuramente. É preciso ter determinação, larguei a área de técnico para entrar na de desenvolvimento, atualmente estou parado só estudando e não me arrependo.

    1. Tiago Gouvêa

      Legal sua história Rafael, trocar do Python pra algo mais “fácil e divertido” foi uma boa decisão. O negócio é ficar bom mesmo em algumas poucas coisas, pra dai se tornar bem interessante para as empresas. não é tão difícil, precisa é dedicar tempo mesmo e atenção.
      Sucesso ai pra você!

  4. Jefferson Barbosa

    Olá queria saber se para ser programador freelancer é preciso algum dinheiro(Tipo: Hospedar o site do cliente,Dominio etc… ).
    Pois não tenho emprego nem dinheiro só um computador simples, e moro com meus pais.
    Já sei programar fazer sites, sistemas etc…, mais não tomo a iniciativa de enviar propostas por não ter dinheiro em caixa.

    1. Tiago Gouvêa

      Não é preciso nada disso.. pegue um site simples pra fazer, use o WordPress.. ou até faça no Wix. Dai, com esse dinheiro você vai planejando crescer. Hospedagem, é coisa de R$5 reais por mês.. é muito barato. Isso não pode te impedir de aprender e fazer acontecer!
      Cria coragem ai Jefferson!

  5. Bianca Mansur

    Oi Tiago, eu comecei a mexer com programação aos 14 anos anos, quando ganhei meu primeiro PC, ainda era win 98 kkkk
    Sempre gostei da área de designer e programação. Amava criar lay de blogs e nem 16 anos tinha =) Mas acabou que, por medo de ser igualada ao meu namorado, mudei de área, escolhendo a engenharia. Até amo onde estou e o que cheguei, mas não me sinto completa.
    Ano passado, nós terminamos, depois de 15 anos. Então depois de perder meu ultimo emprego e ao estar estudando para prova da PRF, descobrir que tenho muita facilidade de estudar sozinha.
    Comecei a pensar, por que não, em voltar a programação. Gostei de ler aqui. Me deu um ânimo, peguei um bloquinho para anotar e o bloco de notas para abrir um

    Obrigada pelo apoio o/

    1. Tiago Gouvêa

      Muito legal conhecer sua história Bianca! Acho que a hora é agora, este é o momento certo pra você voltar nisso com tudo! 😀

  6. Márcio Neves

    Carissimo Tiago, nada é impossível para o mundo da computação, e é mesmo isto que me cativa a aprender programação, sou professor de biologia, formado mesmo nesta área, mas a minha paixão sempre foi por tecnologia, por criar cenas novas e é isto que me cativa a aprender…

  7. Wellington

    Olá Tiago, minha grande motivação é curiosidade e vontade de aprender coisas coisas novas. E, na verdade sempre tive interesse por computação na infancia, mas não tinha coragem pois achava uma coisa muito complicada. Hoje meu foco ta tão grande nisso, que não aguento esperar. Quero aprender tudo! Espero que possa me ajudar.

  8. Jose Gualberto

    Sempre gostei de Computação, mas nunca havia me interessado por programação até que quando mudei pra Alemanha e acabei me esbarrado dentro desse universo quase que por acidente, comecei aos poucos com HTML, JavaScript, mas foi com PHP que o real interesse explodiu… Agradeço pelo seu blog que além de incentivador tem excelentes dicas…. E vamos que vamos nesse novo mundo cheio de desafios e codes…

  9. Raphael Santana

    Olá Tiago,

    Hoje é um dia de domingo ensolarado aqui em Brasília e após algumas divagações decidi procurar na internet algo sobre cursos de TI ou programação.
    Sou Engenheiro Agrônomo e trabalho em uma instituição financeira. Cheguei ao carga de gerência e sou bastante respeitado pelos meus pares, mas sinto que cheguei onde queria aos 35 anos de idade.
    Sou nascido em 1981, ou seja, vi a internet nascer e desde o início dela aqui no Brasil tive acesso à ela em casa.
    Durante toda a minha adolescência achava que ia seguir minha carreira em algo ligado à “informática”, mas acabei indo para as ciências agrárias por causa do meu histórico familiar.
    Sou fascinado pela computação e sempre me perguntei o que terei sido de mim se tivesse escolhido um curso de TI ao invés da Agronomia.
    Creio que hoje em dia não preciso mais conviver com essa dúvida e aprender a programar sozinho pode ser um caminho que posso trilhar e creio que você pode me ajudar nisso.
    O seu site foi o 1º que entrei e logo fiquei fascinado pela maneira que você trata esse assunto.
    Acho que você está conseguindo a me motivar para eu entrar em mais um novo desafio que poderá abrir muitas portas para mim no futuro, além de me ajudar no meu atual trabalho.
    Esse foi um “rápido” desabafo do que estou sentindo nesse momento, creio que ainda nos falaremos algumas vezes daqui por diante.
    Um grande abraço.

    1. Tiago Gouvêa

      Excelente Raphael! Desculpe a demora em te responder… espero que tenha conseguido realizar isso, aprender a programar! Conseguiu?

  10. Mateus Muloeno

    Estou mais duque preparado para aprender programação. tenho a motivação necessária e que eu preciso para aprender programação.

  11. Mateus Muloeno

    Me sinto motivado em aprender programação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Claudio Fonseca

    Olá Tiago, sempre gostei de lógica e resolução de problemas, mas não segui na área de exatas e me formei Ciencias Físicas e Biológicas e me tornei professor de Ciências. Dou aulas em duas prefeituras da região dos lagos no Rio de Janeiro a 14 anos. Algumas vezes já cansado da mesma coisa tentei mudar…até que no ano passado Conheci o projeto Code.org e comecei a gostar e ler sobre programação. Durante o ano muitos prolemas e tudo ficou meio suspenso, até que encontrei o seu site e a motivação voltou com força total. Minha grande motivação é mudar de profissão poder trabalhar em um ambiente mais sossegado onde eu possa criar coisas novas que possam ajudar as pessoas.
    É isso aí grande Abraço! e Parabéns pelo site e pelos vídeos.

    1. Tiago Gouvêa

      Que legal Claudio! Manda bala!

  13. Nubelson Fernandes

    Olá Tiago, adorei ver seu site, tenho lido bastante!… Desde pequeno sempre quis ser um “criador de programas” (é assim que eu chamava), mas infelizmente não tive a oportunidade de ter um computador, cresci com isso na cabeça mas acabei de desanimando porque a medida que eu crescia, eu via que o país onde eu resido (Angola), não tinha (não tem) recursos motivacionais para um programador, então fui esquecendo e esquecendo… Terminei o ensino médio de Ciências Físicas e Biológicas com o “sonho” de ser piloto, fui fazer a inscrição para a faculdade e derrepente me apeteceu ler os cursos disponíveis, e foi aí que tudo voltou… eu li, no fim da lista de cursos disponíveis “CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO”, meu Deus, eu li aquilo e esqueci completamente a Pilotagem, e todos os outros cursos do mundo, inscrevi-me logo e comecei a faculdade. Mas nem tudo é um mar de Rosas, no meio do primeiro ano eu via que eu nao estava a aprender nada devido à metodologia de ensino dos professores e me desanimei denovo, mas um dia eu procurava por informações sobre Programação e encontrei o seu site, daí me senti melhor e super motivado, desde então tenho aprendi o JavaScript, HTML e Java. Quero dar os parabéns e agradecer pelo seu site. Não sei a palavra certa para designar a minha motivação, mas eu estudo programação porque eu tenho o sonho de um dia ser reconhecido mundialmente como: “O criador do…”.

    1. Tiago Gouvêa

      Que história interessante a sua Nubelson! Fico feliz que tenha encontrado novamente o caminho que tanto queria!
      Boa sorte!

  14. Aprender programação online, sozinho e do zero - Tiago Gouvêa Tiago Gouvêa

    […] que fará diferença é seu nível de interesse em aprender, sua motivação, e quantas horas você passa sentado em frente ao computador tentando fazer algo que funcione. Nada […]

  15. Felipe

    Muito bom e motivacional.

    Vc sempre dizia: “leia e interprete o erro”.

    1. Tiago Gouvêa

      Hhehehe… verdade, tem que tentar entender o que ele realmente quer dizer com aquela mensagem. 🙂